Pormenor de maquete do Complexo dos Coruchéus

Qual o espaço que ocupamos? Um espaço pode ser simultaneamente privado e público? E a memória ocupa espaço? Somos seletivos na memória? Reproduzimos o que vemos ou só o que queremos reter? Tendo como ponto de partida o complexo arquitetónico dos Coruchéus, um polo agregador de uma comunidade de artistas desde os anos 1970, pretende-se, em dois momentos diferentes, convidar os alunos a explorar os conceitos de memória, de espaço privado e espaço público através da arte. São dois momentos que obedecem a exercícios diferentes, utilizando o jogo, a observação, a crítica e a troca de ideias.

Divisão de Ação Cultural

Requer marcação prévia
Nível de Ensino
3.º Ciclo
Duração
90'
Data
Ano letivo, quartas e sextas, às 15h
Número de Participantes
Máximo 1 turma, mínimo 10 alunos
Preço
Gratuito
Local
Complexo dos Coruchéus (entrada da biblioteca)
Conceção
Anabela Carvalho, José Narciso
Realização
Anabela Carvalho, José Narciso
Outras Informações
Esta iniciativa desenvolve-se no Complexo dos Coruchéus, em Alvalade