Mapa mundo, com várias notas de dinheiro espalhadas em cima deste

Formiga Atómica

O Estado do Mundo é o primeiro de um ciclo de dois espetáculos que se destina a pensar o estado do mundo: natural, político, geográfico, social, histórico, económico e humano. O primeiro espetáculo é dirigido ao público jovem.

O Estado do Mundo explora a relação de causa-efeito entre pequenos gestos e grandes consequências. Através de utensílios domésticos, aparelhos eletrónicos, bens essenciais do dia-a-dia de todos nós – eles próprios responsáveis pelas alterações climáticas – o espetáculo sublinhará uma ideia de paradoxo: entre aquilo que defendemos a respeito deste tema e a nossa incapacidade de abdicar de comportamentos do quotidiano.

Em cena, apenas um intérprete e uma panóplia de utensílios, retrato das nossas vidas, onde o consumo ocupa um lugar incontornável. Até que ponto os nossos pequenos gestos podem causar grandes impactos? Até que ponto uma torradeira ou um secador podem ser responsáveis por grandes desastres naturais, como um incêndio ou uma tempestade de areia? Até que ponto adicionar um cubo de gelo na bebida ou barrar o pão com manteiga são gestos sem consequência?

Encenação Miguel Fragata

Texto Inês Barahona e Miguel Fragata

Com Edi Gaspar

LU.CA – Teatro Luís de Camões

Requer marcação prévia
Nível de Ensino
1.º Ciclo
Duração
60'
Data
10 a 28 de novembro e 2021 | Escolas 11, 12, 17, 18, 19, 23, 24, 25 e 26 de novembro às 10h30 e dia 24 às 14h30 | Sessões com LGP 19 de novembro: 10h30 | Sessões com Áudio Descrição 26 de novembro: 10h30
Preço
Preço Escolas: 3€ < 18 anos | 1€ escolas TEIP | Acompanhantes isentos
Outras Informações
Classificação Etária: M/6 | Temática adequada ao 1.º ciclo