Exterior da Galeria Quadrum

o espaço do comum: a construção da cidade, do brincar e de novos imaginários sociais.

Trata-se de uma experiência de trabalho entre projeto e construção inspirado pela obra The Model de Palle Nielsen, realizado no Moderna Museet de Estocolmo em 1968. O desafio foi lançado a um mentor – o arquiteto Rui Mendes – que irá realizar esta experiência de trabalho com um grupo de estudantes do ensino superior de áreas multidisciplinares. Cumpre-lhes dar resposta ao desafio de construir uma espécie de estaleiro aberto à utilização, manipulação e reconstrução permanente por crianças e jovens.

A participação é, portanto, o tema central deste processo lúdico em construção. Cria-se um dispositivo construído – um estaleiro composto por objetos e materiais como pré-fabricados e tecidos, sistemas de iluminação e plantas, etc – que os jovens visitantes/participantes podem usar, modificar e completar. Pretende-se abordar a construção do Playground como tipologia urbana, radicalizada pela ação das crianças e jovens.

A instalação desta construção, bem como os seus métodos e modelos de conceção, pretendem expor e debater noções de espaço público, de utilização pública e de construção coletiva e partilhada. É sobre política do espaço, é sobre vazio, intimidade e permanência, na construção do espaço comum.

A construção irá ocorrer no espaço da Galeria Quadrum no âmbito da programação da Bienal de Cultura Educação de 2023. A ambição é combinar espaços cobertos, espaços encerrados e a céu aberto, para uma maior vitalidade da ação.

Galerias Municipais

Requer marcação prévia
Nível de Ensino
1.º Ciclo
Duração
90'
Data
De março a junho de 2023, quartas, quintas ou sextas, das 10 às 13 e das 14 às 18 horas
Número de Participantes
Máximo 1 turma, mínimo 5 alunos
Preço
Gratuito
Local
Galeria Quadrum e jardim
Conceção
Arqtº Rui Mendes com grupo de estudantes do ensino superior de áreas multidisciplinares
Realização
Equipa de Mediação e Programas Públicos das Galerias Municipais