Homem a tocar viola

Professores do 1º, 2º e 3º ciclos de português, línguas e música

Gimba propõe uma viagem ao mundo da canção contemporânea do 25 de Abril de 1974. Através de um enquadramento histórico e cronológico, faremos uma visita à sociedade portuguesa da primeira metade da década de setenta e às transformações sociais consequentes à revolução. Músicas, letras, autores, temáticas e composição serão analisados para melhor se descodificar as mensagens escondidas nas letras e ritmos da canção de intervenção. No fim, lista-se a discografia obrigatória para esta temática e a melhor forma de levar estas canções para a sala de aula.

Gimba

Nasceu em Lisboa e vive na música desde tenra idade, tendo estudado piano, flauta, guitarra e canto. Músico, autor e produtor, começou a compor e a escrever canções aos 9 anos, tornando-se profissional aos 18. Foi membro fundador dos Afonsinhos do Condado, e padrinho de batismo dos Xutos & Pontapés. Gravou discos e produziu trabalhos de vários artistas, num leque eclético: José Cid, Mário Laginha, Tim, Vicente da Câmara, Maria de Vasconcelos, As Royalettes, entre outros.

Nota: O curso (ACD) Sobre a Canção de Intervenção, feito em parceria com a Associação de Professores de Português (APP) e a Associação Portuguesa de Educação Musical (APEM), certifica os professores dos grupos de recrutamento 110, 200, 210, 220, 300, 310, 320, 330, 340, 350, 250, 610 e M28.

LU.CA – Teatro Luís de Camões

Requer marcação prévia
Duração
5h (duas sessões de 2h30)
Data
Grupo 1 – 18 e 19 de abril de 2022: 17h30 - 20h | Grupo 2 – 20 e 21 de abril de 2022: 17h30 - 20h
Número de Participantes
20 (por grupo)
Preço
10€ Inscrição obrigatória até dia 17 de abril, com indicação do horário (grupo) pretendido
Local
Sessões síncronas no Zoom do LU.CA
Conceção
Gimba
Realização
Gimba